Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
antevisões
Tomodachi Life

Tomodachi Life

À exceção das séries mais conceituadas, a Nintendo sempre tentou uma abordagem original, por vezes até mesmo bizarra, à maioria dos seus jogos.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Este série, de Tomodachi Life, já existe há algum tempo no Japão, mas vai chegar às Nintendo DS europeias, no dia 6 de junho. O Gamereactor já teve acesso ao jogo e durante as últimas semanas tornou-se numa obsessão diária, embora com curtas sessões cada dia.

O conceito do jogo, de forma simples, pode ser visto como uma simulação da vida. Vão criar a vossa própria ilha, que com o passar do tempo será populada com lojas, uma cadeia de televisão, uma praia e muitos outros pontos de interesse. Eventualmente vão começar a caçar colecionáveis, mas antes disso tudo, terão de criar o vosso avatar. Começa a lembrar o Animal Crossing, não?

Podem utilizar um dos Mii guardados na 3DS, que depois irá evoluir e receber muitas funções e oportunidades: por exemplo, podem definir a sua disposição geral e encontrar um apartamento onde irá viver, que depois podem personalizar e decorar. Em muitos aspetos segue a estrutura habitual dos simuladores de vida, mas este distingue-se por ter nas relações sociais o seu grande núcleo.

Tomodachi Life (Tomodachi significa Amigo em japonês) tem grande foco nesse elemento, e onde outros limitam-se a permitir habitar esta cidade virtual com outras personagens, aqui vão realmente interagir com elas e criar laços de amizade ou até amorosos.

Tomodachi Life

As personagens vivem num grande complexo de apartamentos, onde vão começar a desenvolver os laços das relações. Podem visitar o vizinho ou participar em cumprir alguns requisitos da personagem, como resolver a sua fome ou comprar-lhe o fato novo que tanto pede. Também existem mini-jogos que vão testar o conhecimento que têm em relação aos vossos amigos.

Cada personagem tem algo semelhante a um sistema de pontos de experiência: ao satisfazerem as suas necessidades ou desejos, as personagens vão ganhar "pontos de felicidade" que permite subir de nível e ganhar novas habilidades. Até podem aprender canções novas (sim, eles cantam realmente!). Podem dar uso a essas habilidades em locais como o bar de karaoke, mas existem mais localizações que podem visitar com amigos.

Outro exemplo, o jogador pode visitar a fonte principal, onde decorre o mercado e alguns eventos musicais (existem horas certas para alguns eventos e o jogo segue o horário real). Alguns amigos vão tentar receber conselhos para perceberem com que outras personagens devem tentar travar amizade, mas atenção, porque nem sempre essas relações correm bem e podem existir conflitos.

Tomodachi Life

Tomodachi Life é perfeito para o formato portátil da 3DS. Além das primeiras horas, que passámos a popular e a descobrir a ilha, as sessões seguintes foram bastante curtas, algo a rondar os 10 e os 20 minutos por dia, que é perfeito para a portabilidade da consola.

Não temos dúvida que a sua natureza bizarra e tão vincadamente japonesa não é indicada para todo o tipo de jogadores ocidentais. Por outras palavras, Tomodachi Life parece-nos um caso típico de: ou odeiam ou adoram. Por agora é tudo, resta-nos esperar para ver como evoluem as peripécias do nosso avatar até à análise.

Tomodachi Life
Tomodachi Life
Tomodachi Life

Textos relacionados

Tomodachi Life

Tomodachi Life

ANTEVISÃO. Escrito por Fabrizia Malgieri

À exceção das séries mais conceituadas, a Nintendo sempre tentou uma abordagem original, por vezes até mesmo bizarra, à maioria dos seus jogos.



A carregar o conteúdo seguinte