Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
antevisões
Tokyo Mirage Sessions #FE

Tokyo Mirage Sessions #FE Encore

Pediram um Encore? Aqui está ele, na Nintendo Switch.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Tokyo Mirage Sessions #FE foi lançado em 2015, um RPG criado em colaboração entre a Atlus de Persona e Shin Megami Tensei, e a Nintendo. Na altura foi lançado como exclusivo para a consola, o que significa que um jogo que por si só é já 'nicho', só alcançou uma percentagem muito pequena de jogadores. Agora, com um re-lançamento na Switch, Atlus e Nintendo esperam atrair mais atenções para o jogo.

Este Encore vai chegar no dia 17 de janeiro, por € 59,99, mas já passámos várias horas com o jogo, suficientes para agora partilharmos aqui as nossas primeiras impressões. Nesta aventura vai encarnar o papel de Itsuki, um artista cuja aparentemente particularidade parece ser o facto de não dar conta dos avanços das colegas femininas. Isso muda, contudo, quando acaba por ir parar a um estranho mundo paralelo, e ganha a capacidade para controlar estranhas criaturas mágicas conhecidas como Mirages. O que se segue é uma viagem que irá moldar Itsuki num herói e líder, enquanto tenta salvar os seus amigos.

Se está familiarizado com a série Shin Megami Tensei, vai reconhecer vários traços típicos da Atlus neste jogo, incluindo o sistema de combate por turnos. Conforme avança pelo jogo vai adquirindo novas habilidades, que deve usar para explorar os pontos fracos dos oponentes. Se conseguir isso, vai também criar ligações entre os ataques do seu grupo, pelo que o grande objetivo do combate passa por conseguir o maior número de ligações possíveis. Isto não só aumenta o dano causado, como também garante mais extras na hora de recolher as recompensas pós-batalha.

As características da Performa (é como se chama a materialização do espírito artítico das personagens, muito parecido com as Personas dos Persona) transparecem depois para o mundo "real" e vice-versa, onde irá explorar Tóquio, também à semelhança dos Persona. Existe várias personagens para conhecer dentro do círculo social de Itsuki, todas com personalidades bem vincadas e encantadoras. Enquanto os Persona circulam em torno de escolas e estudantes, aqui irá interagir com vários tipos de artistas, e participar em concertos, dar entrevistas, cumprir com sessões de fotografia, e assim por diante.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Tokyo Mirage Sessions é muito baseado na cultura "Pop Idol", e isso é visível no elemento social e no elemento RPG do jogo, tudo devidamente embrulhado num estilo tipicamente ánime. Ou seja, se algo desta combinação não o agrada, deve evitar Tokyo Mirage Sessions a todo o custo, mas o contrário também é verdade - se gosta da cultura pop japonesa, vai adorar este jogo da Atlus.

Esta nova versão da Switch inclui todos os DLC da versão Wii U e também algum conteúdo novo, com particular destaque para as masmorras EX, disponíveis para exploração no Bloom Palace (é um local que pode visitar para progredir a personagem). São secções curtas e sem grande interesse para dizer a verdade, que relatam pelas histórias relacionadas com algumas personagens. Também pode encontrar itens especiais que mudam o aspeto das personagens, e o elenco de lutadores que podem auxiliar durante os combates também aumentou. O conteúdo novo por si só não justifica a compra por parte de quem já jogou Tokyo Mirage Sessions, mas é sempre bem vindo.

A grande vantagem de Encore é precisamente o facto de estar na Nintendo Switch, que é uma consola superior em hardware e design. Ter a oportunidade para explorar Tokyo Mirage em formato portátil é uma delícia, e o facto das masmorras serem relativamente curtas, adequam-se bem a isso. Isto apesar de Tokyo Mirage funcionar perfeitamente em modo TV. Aí poderá apreciar as fantásticas sequências de animações japonesa com maior detalhe, além de todo o espetáculo que era obrigatório considerando a temática de artistas.

Para já, estamos a divertirmos-nos com Tokyo Mirage Sessions, ainda que também não nos esteja a deslumbrar, pelo menos nesta primeira metade do jogo. A Atlus, contudo, já provou a sua mestria na produção deste tipo de jogos, e se é fã do estúdio, então vai sentir-se imediatamente em casa com Mirage. Como todos os outros títulos da Atlus, tem um arranque lento e algo aborrecido, mas acaba por ganhar ritmo e agora o jogador. Agora resta ver como se aguenta a segunda metade da aventura.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Tokyo Mirage Sessions #FETokyo Mirage Sessions #FE
Tokyo Mirage Sessions #FETokyo Mirage Sessions #FETokyo Mirage Sessions #FE

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte