Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
análises
The Suicide of Rachel Foster

The Suicide of Rachel Foster

Um thriller emocionante com muitos segredos para o jogador desvendar.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Todas as famílias têm os seus segredos, a sua intimidade, mas os segredos de umas são mais obscuros, misteriosos, e complexos do que outras. Muitas vezes nesses casos, os 'fantasmas' do passado acabam por aparecer, desgraçando ou complicando a vida de membros da família que até podiam não saber de nada. É precisamente esse o tópico abordado por The Suicide of Rachel Foster, um jogo muito focado em narrativa.

Os eventos do jogo passam-se em Montana, EUA, no início da década de 1990, mas a história começa dez anos antes, quando uma adolescente chamada Nicole e a sua mãe decidem abandonar o hotel da família. Leonard, respetivo pai e marido, tinha um caso com uma rapariga chamada Rachel, da mesma idade que Nicole, e a descoberta deste facto afastou mãe e filha em definitivo. Quanto a Rachel, que entretanto ficou grávida, não aguentou a pressão e acabou por tirar a sua própria vida. O jogo arranca quando Nicole decide voltar ao hotel para o vender, mas com o intuito de cumprir uma promessa que fez à mãe: o de oferecer parte dos lucros à família de Rachel.

Quando Nicole chega ao hotel, é obrigada a permanecer, já que Montana está debaixo de uma terrível tempestade de neve. Ao tentar contactar o advogado da família, Nicole recebe uma chamada de Irving, da Agência Federal de Gestão de Emergências dos EUA, já que tem o único radio-fone capaz de funcionar durante condições climatéricas tão adversas. Obrigada a esperar pela tempestade, e com o apoio remoto de Irving, Nicole começa a explorar o hotel, descobrindo entretanto que a morte de Rachel está envolta em maior mistério do que suspeitava.

The Suicide of Rachel Foster segue na linha de outros jogos com temáticas semelhantes, como Gone Home e What Remains of Edith Finch, apimentando uma narrativa cheia de intriga com alguns elementos de horror. Através desta narrativa irá formar um elo de ligação com Nicole, e juntos tentarão fazer sentido dos fragmentos isolados que eventualmente formarão o todo. É um jogo de exploração e investigação, onde deve recolher provas e informações sobre um caso que esteve debaixo de mistério durante uma década.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

A atmosfera do jogo é reforçada por referências subtis a alguns thrillers de suspende e terror, como The Shining de Stanley Kubrick. Adorámos descobrir estas referências, mas convém esclarecer que são apenas isso, e não um indicador do tipo de experiência que vai encontrarm em The Suicide of Rachel Foster. Existem horrores aqui para descobrir, mas de um tipo completamente diferente.

O ponto mais forte do jogo é a narrativa, que deve durar umas cinco horas, e essa narrativa é alimentada por um guião de grande qualidade, cheio de reviravoltas e surpresas que mantém o ritmo da experiência muito interessante. Até os momentos de maior lentidão fazem bem o seu papel, aumentando a tensão e o suspense do jogo. Este guião de grande qualidade é depois reforçado com excelentes interpretações dos atores.

Estes são os pilares de The Suicide of Rachel Foster, já que a nível de jogabilidade é bem menos complexo ou profundo. É um jogo de exploração simples, com algumas opções binárias de diálogo, sobretudo durante as conversas com Irving. Deve também contar com a exploração repetida dos mesmos ambientes, mas com novos elementos ou pistas, algo comum neste tipo de jogos.

Gostámos imenso de The Suicide of Rachel Foster, mas é preciso referir que encontrámos alguns problemas sonoros, em que os diálogos simplesmente deixaram de funcionar. Foram momentos frustrantes, e só esperamos que não encontrem o mesmo, ou que o estúdio os resolva. Apesar destas falhas sonoras, só podemos recomendar este jogo de mistério e suspense, sobretudo para quem aprecia este tipo de experiência narrativa.

The Suicide of Rachel FosterThe Suicide of Rachel Foster
The Suicide of Rachel FosterThe Suicide of Rachel FosterThe Suicide of Rachel Foster
The Suicide of Rachel FosterThe Suicide of Rachel Foster
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
História intrigante com argumento de qualidade. Desempenhos impressionantes dos atores. Excelente design dos níveis. Bom ritmo.
-
As ferramentas à disposição de Nicole são praticamente inúteis.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte