Português
análises
Super Mario 3D All-Stars

Super Mario 3D All-Stars

Celebrámos 35 anos de Super Mario com estas versões HD de Super Mario 64, Super Mario Sunshine, e Super Mario Galaxy.

Super Mario 3D All-Stars

Primeiro que tudo, parabéns Super Mario Bros, e obrigado, por nos teres dado 35 anos de jogos fantásticos através de várias gerações. É uma marca especial, que a Nintendo decidiu celebrar com o lançamento de jogos e merchandise, incluindo este Super Mario 3D All-Stars. À semelhança dos antigos All Stars de NES e SNES, trata-se de uma reunião de alguns clássicos de Super Mario, neste caso Super Mario 64, Super Mario Sunshine, e Super Mario Galaxy.

Dos três, Super Mario 64 será o mais importante, por tudo o que apresentou em termos de controlo da câmara, movimento analógico, e plataformas em 3D, embora Super Mario Galaxy tenha apresentado um design fantástico e original, com algumas das melhores secções de plataformas que jogámos até hoje. O 'patinho-feio' da coleção é Sunshine, não porque seja mau - não é -, mas porque o seu conceito e mecânicas não foram lá muito bem recebidas por fãs. Os três jogos têm no entanto algumas semelhanças, como o facto de serem 3D, e de oferecerem pequenos mapas abertos para os jogadores explorarem, em vez de níveis lineares. De certa forma são mais antepassados de Super Mario Odyssey do que o jogo que o procedeu, Super Mario 3D World (que também será re-lançado à parte).

Já vamos abordar cada um dos três jogos de forma individual, mas antes disso, permita-nos explicar o que irá encontrar nesta coleção. Super Mario 3D All-Stars não apresenta remakes ou até remasterizações significativas destes jogos. São puras adaptações dos originais, embora com fluidez de jogo mais constante, resoluções mais altas, e alterações dos controlos para encaixarem da melhor forma com os Joy-Con. Conscientes de que não é um remake, estamos satisfeitos com a conversão gráfica, mas não podemos deixar de realçar alguns problemas em termos de controlos.

Os jogos Super Mario sempre foram construídos em torno dos comandos da altura, como o Wiimote no caso de Super Mario Galaxy, e isso significa que a adaptação aos Joy-Con acaba por implicar a perca de alguma qualidade ao nível da jogabilidade. Os três jogos são perfeitamente jogáveis e divertidos, mas não da mesma foram que os originais nas respetivas consolas.

Super Mario 3D All-StarsSuper Mario 3D All-StarsSuper Mario 3D All-Stars

Super Mario 64

Em demasiadas ocasiões cometemos o erro de experimentar jogos antigos de que tínhamos boa memória, sobretudo entre os primeiros títulos 3D, para depois agoniarmos com a forma como envelheceram mal. Apenas um punhado de clássicos de PlayStation, Saturn, e Nintendo 64 é capaz de sobreviver ao teste do tempo, e Super Mario 64 é um deles.

Na Nintendo Switch, Super Mario 64 corre com uma resolução de 720p em formato TV e portátil (720p é nove vezes maior que a resolução original), mantendo o mesmo formato de 4:3. Não sabemos ao certo porque optaram por não alargar o jogo para 16:9, mas pode ter envolvido problemas gráficos ou incoerências causadas pelo campo de visão superior.

Nota-se claramente que é o jogo mais antigo dos três, e em algumas secções consegue ser particularmente feio, mas de forma geral, Super Mario 64 aguenta-se razoavelmente bem, sobretudo graças a um esquema de cores muito vivo e a um design artístico intemporal. O mesmo pode ser dito da jogabilidade e da experiência em geral, que se mantém divertida após todos estes ano, embora nunca se deva esquecer que estamos a falar de um jogo de 1996. Isso é sobretudo verdade para a câmara, que é controlada com botões e não com o analógico.

Super Mario 3D All-StarsSuper Mario 3D All-StarsSuper Mario 3D All-Stars

Super Mario Sunshine

Originalmente lançado na Gamecube, Super Mario Sunshine é um dos jogos da saga que mais dividiu os fãs, contudo, é dos três jogos no pacote o que recebeu mais alterações... algumas boas, outras péssimas. Começando com as más notícias, há o facto da Switch não suportar gatilhos analógicos nos Joy-Cons, o que impossibilita os jogadores de controlarem a pressão da água com os gatilhos, algo que era possível na Gamecube. Mais estranho ainda é o facto de Super Mario Sunshine não ser compatível com o comando de Gamecube adaptado para Nintendo Switch, o que nos parece um tremendo desperdício.

Embora este problema dificulte os processos da jogabilidade, não torna Super Mario Sunshine injogável, e depois de dominar os controlos, poderá apreciar as particularidades do jogo. O grafismo é o elemento do jogo que mais foi melhorado, apresentando uma resolução de 720p em modo portátil e 1080p em modo TV - com suporte para formatos 16:9. O jogo está mais definido, mais fluído, e tem melhor campo de visão, e isso tudo junto acaba por também beneficiar a jogabilidade.

Se nunca jogou Super Mario Sunshine, está aqui a oportunidade para o ficar a conhecer da melhor maneira possível. Descubra a jogabilidade à base de jatos de água, o Super Mario com mais sequências de vídeo, e uma estranha história que começa com Super Mario na prisão.

Super Mario 3D All-StarsSuper Mario 3D All-Stars

Super Mario Galaxy

Super Mario Galaxy é um dos jogos mais bem cotados dos últimos 20 anos, e não é para menos. Continua a ser uma fantástica experiência de plataformas, com um design muito peculiar de mundos, cheio de criatividade e variedade. Um verdadeiro momento de inspiração da Nintendo, que merece tanta atenção e elogios hoje como em 2007.

Em termos de adaptação gráfica, apresenta uma resolução de 720p em modo portátil e 1080p em modo TV (16:9 já era o formato utilizado). É uma pena que a Nintendo não tenha melhorado texturas e outros efeitos, mas isso não belisca a qualidade do jogo, sobretudo porque Super Mario Galaxy é fantástico por causa do design e da visão artística, não devido a grandes esforços técnicos.

Ao nível de controlos, é também dos três o que se adaptou melhor aos Joy-Con, já que suportam sensor de movimento, ainda que menos preciso que o Wiimote da Wii. Em modo portátil, contudo, o jogo utiliza jogabilidade tática em vez do sensor de movimento, o que obriga a lagar momentaneamente os botões. Isso atrapalha um pouco, mas não demasiado.

Super Mario 3D All-Stars

Infelizmente Super Mario 3D All-Stars não apresenta muitas opções extra, excepto a presença das três bandas sonoras que podem ser ouvidas em modo de poupança de energia, com o monitor desligado. Enquanto a qualidade dos três jogos é inegável - Super Mario Galaxy sozinho justifica a compra -, também é verdade que a Nintendo podia ter feito muito mais com esta coleção.

Melhoramentos gráficos e sonoros, opções de controlos, e mais extras e curiosidades para cada jogo, teriam tornado este item de coleção em algo verdadeiramente obrigatório. Como está, ainda é uma aposta muito sólida e recomendável, mas parece-nos uma oportunidade perdida para algo mais especial.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Três clássicos intemporais. Melhoramentos ligeiros, mas evidentes. Opção para ouvir a banda sonora em modo de poupança da bateria.
-
Uma colectânea destas merecia mais em termos de extras e opções. Adaptação dos controlos não é a melhor. Ausência de Super Mario Galaxy 2.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

Super Mario 3D All-StarsScore

Super Mario 3D All-Stars

ANÁLISE. Escrito por Sergio Figueroa

Celebrámos 35 anos de Super Mario com estas versões HD de Super Mario 64, Super Mario Sunshine, e Super Mario Galaxy.



A carregar o conteúdo seguinte


Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.