Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
análises
Resident Evil 3

Resident Evil 3

Não estabelece apenas um novo padrão para remakes, mas para todo o género Survival Horror.

Resident Evil 3

Se ainda tem dúvidas acerca das diferenças de Remaster e Remake, então basta olhar para os jogos da Capcom. Resident Evil 5 de PC, PS4, e Xbox One, é um Remaster, porque a equipa limitou-se a pegar no jogo base da geração anterior e adaptou-o à geração atual, embora com melhoramentos ligeiros, nomeadamente ao nível da resolução e da fluidez. Já um Remake total é o Resident Evil 2 do ano passado, ou seja, é uma versão inteiramente nova de um jogo antigo, que foi construída de raíz com grafismo, estrutura, história, e jogabilidade modernos.

Resident Evil 2 foi um sucesso tremendo para a Capcom, tanto a nível comercial, como crítico, assumindo-se como um dos melhores jogos de 2019. A editora espera agora repetir esse processo com o remake de Resident Evil 3, embora agora tenha perdido o elemento da surpresa de Resident Evil 2, e as expetativas sejam mais altas que nunca.

Se a Capcom alterou alguns elementos da estrutura e da história de Resident Evil 2, é notório que decidiram ir ainda mais longe com as alterações para Resident Evil 3. Vamos ao ponto de dizer que, se pensa que sabe ao que vai porque conhece bem o Resi 3: Nemesis original, então vai apanhar uma grande surpresa. Alguns elementos foram retirados porque não fazem sentido no panorama atual, enquanto que outros foram completamente alterados para surpreender os jogadores. Existe mais história para explorar em Resi 3, mas como sempre, pode esperar a narrativa exagerada e quase absurda a que Resident Evil nos habitou. É uma história divertida com personagens interessantes, mas não vai ganhar qualquer prémio de melhor escrita ou narrativa. E isso não nos incomoda.

Quem pode ficar incomodado são os puristas do Resi 3: Nemesis, porque existem realmente mais alterações ao enredo do que em Resi 2 do ano passado, e algumas podem não ser bem recebidas pelos fãs. Pela parte que nos toca, apreciámos as alterações, e divertimos-nos imenso com uma campanha que nos ocupou durante várias horas. Dito isto, é preciso deixar bem claro que Resident Evil 3 é um jogo mais curto que Resident Evil 2, com uma duração entre as cinco e as 9 horas de jogo, dependendo do quanto desejam explorar, do modo de dificuldade, e dos desbloqueáveis. Existem fatos, armas, modelos 3D, e até arte para desbloquear, além de muito contexto opcional para a história na forma de textos, interações, e mensagens.

Resident Evil 3: Nemesis foi um jogo mais virado para ação do que Resident Evil 2, e o mesmo acontece em relação aos remakes. Embora a maior parte do jogo esteja focado numa atmosfera de terror e sobrevivência, vão existir momentos - sobretudo no último terço da campanha, em que terá de combater vários inimigos em salas fechadas. Felizmente a jogabilidade foi também ajustada nesse sentido, e até inclui alguns truques novos.

Resident Evil 3Resident Evil 3Resident Evil 3

Uma das novidades que aproxima o jogo da ação é a mecânica de desvio. Se pressionar no botão de desvio dentro de uma janela de tempo razoável, a personagem irá evitar os ataques inimigos, e se carregar no botão mesmo antes de receber o golpe, até irá abrandar a ação durante alguns segundos, o que lhe dará tempo de reagir e atacar. É uma mecânica que acrescenta grande intensidade à jogabilidade, porque existem momentos de muita tensão onde um bom desvio pode fazer a diferença entre morrer ou sobreviver.

O design da cidade é fantástico, e beneficia ainda de um nível de detalhe impressionante. Resident Evil 3 tem um grafismo e uma qualidade sonora do mais alto nível. É realmente impressionante o nível de produção de Resident Evil 3, superior a qualquer outro survival horror, até mesmo comparando com o Resident Evil 2 do ano passado. Existe, contudo, um senão. Resident Evil 3 tenta correr a 60 frames por segundo, o que é extremamente ambicioso, sobretudo considerando a qualidade gráfica apresentada, mas raramente consegue manter-se nesses valores, o que acaba por causar oscilações na fluidez de jogo.

E claro, depois temos o Nemesis, que não vai dar descanso ao jogador. Esta criatura imponente tem um design horrendo, e vai tornando-se gradualmente mais perigoso com o avançar do jogo. A abordagem da Capcom é para Nemesis é no entanto diferente do que teve com o Mr. X em Resi 2. Mr. X tinha algumas sequências automáticas, mas pela maior parte, perseguia o jogador pelo mapa. Nemesis funciona de forma diferente, no sentido em que surge em mais sequências pré-definidas, que são igualmente espetaculares e assustadoras. Gostámos desta alteração, porque isto tornas as sequências mais intensas e memoráveis do que as que de Mr. X.

Já não gostámos tanto do facto do jogo ressuscitar zombies que deviam estar mortos, incluindo os que ficaram sem cabeça. Compreendemos que é uma forma de repovoar áreas que o jogador vai revisitar com frequência, mas preferíamos uma solução mais elegante. Existe também alguma reciclagem de conteúdos do Resi 2, o que não é de estranhar, considerando que os dois jogos foram produzidos em simultâneo. Não é um grande problema, mas também não é muito agradável.

Resident Evil 3 não é perfeito, mas é um excelente remake de um jogo que, embora menos apreciado que outros jogos da série, tinha vários fãs. Além da modernização da jogabilidade, da estrutura de jogo, e do grafismo, existem também várias mudanças que nos surpreenderam ao nível da história - e apostamos que alguns fãs nem vão gostar dessas alterações -, mas adorámos a nossa experiência de jogo. Sim, a campanha é curta, consideravelmente menor que a de Resident Evil 2, sobretudo se contabilizarmos a campanha dupla desse jogo, mas Resident Evil: Resistance (que analisaremos à parte), está incluído sem encargos extra para compensar isso mesmo. O que podemos dizer no fim de tudo isto, é que adorámos Resident Evil 3.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Resident Evil 3Resident Evil 3
Resident Evil 3Resident Evil 3Resident Evil 3
09 Gamereactor Portugal
9 / 10
+
Grafismo e som de grande qualidade. Controlos excelentes. Ritmo quase perfeito. Muito para encontrar.
-
Algumas mudanças podem desiludir os mais puristas do original. Algumas decisões de design que quebram a imersão.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

Resident Evil 3Score

Resident Evil 3

ANÁLISE. Escrito por Eirik Hyldbakk Furu

Não estabelece apenas um novo padrão para remakes, mas para todo o género Survival Horror.



A carregar o conteúdo seguinte