Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
antevisões
Pokémon Super Mystery Dungeon

Pokémon Super Mystery Dungeon

Experimentámos o novo RPG baseado em Pokémon - leiam aqui as nossas impressões.

No mesmo ano em que a saga de Pokémon celebra 20 anos (!), a Nintendo decidiu preparar alguns eventos especiais dedicados aos pequenos monstros de bolso que tantas horas roubaram a jovens e adolescentes. Além de remakes para Pokémon Red, Pokémon Yellow e Pokémon Blue para a Nintendo 3DS, que serão lançados a 27 de fevereiro - curiosamente o dia em que a série se estreou em formato de videojogo para o Gameboy em 1996 -, a Nintendo prepara-se também para lançar um novo RPG, Pokémon Super Mistery Dungeon. Esta saga alternativa à série principal foi criada pela Spike Chunsoft, em 2006, na altura libertada para Gameboy Advance e Nintendo DS. A particularidade de Mistery Dungeon está no facto do jogador não controlar um treinador, mas antes uma rapariga ou rapaz que foi transformado num Pokémon. Essa criatura é atribuída ao jogador depois de realizados alguns testes psicológicos, e serão as suas respostas a ditar o seu par.

Pokémon Super Mystery Dungeon segue precisamente a mesma premissa, e impõe ao jogador a tarefa de resgatar outros Pokémons, presos em várias masmorras geradas aleatoriamente. Alem da vossa personagem, terão a ajuda de outros Pokémons. A história do jogo não nos pareceu brilhante, e reparámos que a diversão neste título da Spike Chunsoft não chega através de referências à série, mas sobretudo da estrutura peculiar que emprega. Ao longo de várias missões podem salvar até 120 Pokémons, e isto na campanha principal. Quanto aos combates, são disputados num sistema por turnos, e com uma disposição em grelha para os movimentos da personagem.

Pokémon Super Mystery Dungeon

Se jogaram os anteriores, podem rapidamente identificar Pokémon Super Mystery Dungeon como o título mais desafiante da saga. Isso não implica que seja extremamente duro, ou uma versão Pokémon de um impiedoso Dark Souls, nada disso. Aliás, Mystery Dungeon é possivelmente um dos jogos mais acessíveis do género, embora seja ligeiramente mais desafiante que os anteriores. Existe uma componente tática importante, como é esperado neste género, onde devem fazer jogadas de forma planeada e antecipada. Ao todo podem estar três Pokémons (incluindo o vosso) em combate, e o movimento de cada é definido pelos passos dados na já referida grelha. Podem usar habilidades, mas também vários itens que encontram nas masmorras.

Um dos itens mais importantes surge na forma de gemas preciosas, que se forem usadas em combinação com braceletes que recebem no início do jogo, podem ganhar vários efeitos temporários. Estes benefícios permanecem ativos durante toda a missão, até abandonarem a masmorra. Podem guardar estas gemas para masmorras futuras, mas não aconselhamos, porque normalmente são gemas com efeitos particularmente importantes para os inimigos desse nível.

Também existe um elemento de gestão em Mystery Dungeon, que surge na forma de uma barra de fome dos Pokémons. Cada ação que envolve algum tipo de esforço vai consumir um pouco dessa barra. Para recarregarem essa barra vão precisar de comida específica, como maças, por exemplo. Se o vosso Pokémon for obrigado a continuar com fome, vai começar a perder energia. É por isso vital que se preparem antes de partirem para uma masmorra, e devem gerir bem esse recurso.

Os fãs de Pokémon têm motivos para apreciar a estrutura de equipa que o jogo utiliza, baseada numa Connection Orb. É uma disposição em ramificação, que lembra as constelações. e que engloba todos os Pokémons soltos entre missões principais e secundárias (um total de 730). Sempre que libertam um Pokémon, podem utilizá-lo na equipa, e desbloqueiam informações sobre todos os outros Pokémons ligados ao que foi salvo. A tarefa de libertar a coleção inteira é aliciante para os fãs mais aguerridos, mas será provavelmente demasiado trabalhosa para o jogador comum.

Pokémon Super Mystery Dungeon pareceu-nos uma boa proposta para fãs da série, e emprega conceito ligeiramente mais complexos e desafiantes que os anteriores. Gostámos do que vimos e jogámos, mas não foi de todo suficiente para fazer um julgamento mais definitivo quanto à sua qualidade. Estamos curiosos para perceber como a estrutura se aguenta depois de várias horas de jogo, por exemplo, e queremos testar melhor a qualidade da geração aleatória de níveis. Mas para já, fica o interesse aguçado.

Pokémon Super Mystery DungeonPokémon Super Mystery Dungeon
Pokémon Super Mystery Dungeon

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte