Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
análises
Lara Croft GO

Lara Croft GO

Tomb Raider por turnos.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

A Lara Croft clássica foi relegada para jogos digitais de orçamento mais reduzido desde que a renovação da série foi introduzida entre o final da geração passada e o arranque da atual, e provavelmente será aí que os fãs da velha guarda poderão continuar a explorar esta ilusão de exploração de túmulos mais direta e virada para o passado. E apesar de ser um jogo de puzzles por turnos, Lara Croft GO aproxima-se bastante da pureza dos jogos originais. Até o combate se transformou em estratégia.

Tal como no projeto anterior do estúdio, Hitman GO, a Square-Enix Montreal reinterpretou Tomb Raider a partir de uma perspetiva isométrica semelhante ao de Guardian of Light e Temple of Osiris. Os movimentos de Lara são efetuados passo a passo, com a exploradora a ocupar um quadrado de cada vez ao movimentar-se no terreno. Basta deslizarmos o dedo numa direção e se o caminho estiver aberto Lara movimentar-se-á por aí.

Os cenários estão muito bem construídos, com templos, selvas e outros semelhantes e é impossível fugir da sensação que estamos perante um jogo de tabuleiro, o que não é de todo negativo. Encontramos pedregulhos que avançam um espaço por cada passo que damos ou inimigos que patrulham caminhos predefinidos com um movimento consistente semelhante ao nosso. Mais para a frente na aventura há inimigos que nos seguem se formos detetados, seguindo as nossas pisadas exatas.

Lara Croft GO

A curva de aprendizagem é muito suave, com a equipa de produção a introduzir de forma gradual os elementos básicos e de seguida abrindo uma sala ou duas para testarmos as novas adições, como inimigos ou peças de puzzle. E quando dizemos "sala", estamos a referir-nos à parte do nível atual que se encontra no ecrã. Na maior parte das situações, o estúdio certifica-se de que coloca os interruptores ou os perigos potenciais à vista para podermos planear o nosso caminho com antecipação - se atingirmos aquele botão primeiro, o inimigo que nos está a seguir vai estar no local perfeito para cair numa armadilha mortal. Claro que falar é fácil e muitas vezes são necessárias várias tentativas para sairmos bem-sucedidos. Mas reiniciamos as salas rapidamente e assim não acabamos frustrados com as mecânicas de tentativa e erro ligadas à jogabilidade. A curva de aprendizagem pode ser gentil, mas cedo damos por nós em locais com várias peças em movimento que devem ser consideradas em simultâneo. Não há nenhum temporizador a pressionar-nos - embora imaginemos que este será um jogo adequado aos speed runs -, por isso temos tempo para contemplar e decidir o nosso próximo movimento.

E temos ainda de elogiar a apresentação. Há um brilho suave que dá ao jogo um tom de aguarela, puxando por uma simplicidade que parece saltar ainda mais à vista num ecrã mobile. A banda sonora raramente se faz ouvir, mas quando surge é para dominar alguns momentos em particular, o que mostra como a música é eficaz quando usada em moderação. Quando foi a última vez que tiveram arrepios ao entrar num templo arruinado num jogo de aventura? Lara Croft GO capta esses momentos na perfeição e quanto ao resto existe uma música ambiente que serve para sublinhar o nosso isolamento. Sentimo-nos sozinhos e perdidos nas entranhas da terra.

Os colecionáveis são inseridos como vasos em pano de fundo que podemos partir com um toque para revelarmos os seus segredos. Vão-se tornando cada vez mais difíceis de encontrar por entre as cavernas e as quedas de água, mas se estivermos atentos vemos que emanam um brilho que os revela. É um sistema simples, mas muito satisfatório.

Este é um jogo muito fácil de recomendar tanto a fãs de jogos de puzzles como de Lara Croft. Corremos o jogo num iPhone 6, por isso não podemos comentar quanto ao seu desempenho noutros dispositivos, mas o jogo consumiu-nos praticamente metade da bateria conforme fomos jogando ao longo do dia. Mas é o tipo de jogo em que não nos importamos de levar uma bateria extra na sacola ou mochila durante uma viagem.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
09 Gamereactor Portugal
9 / 10
+
Excelentes mecânicas de puzzle. Visualmente é fantástico.
-
Alguns fatos requerem uma compra em separado.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte