Português
Gamereactor
análises
Immortals: Fenyx Rising

Immortals: Fenyx Rising - Myths of the Eastern Realm

A mitologia grega deu lugar à mitologia chinesa nesta expansão de Immortals.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Dos três jogos que a Ubisoft lançou no último trimestre de 2020, nomeadamente Watch Dogs: Legion, Assassin's Creed: Valhalla, e Immortals: Fenyx Rising, este último tem sido - sem grande surpresa - o que cativou menos atenções. É um jogo novo, a competir com duas séries que já têm bases de jogadores devotos, mas ainda assim, acreditamos que Immortals tem grande qualidade, e que para um certo público, até pode ser o melhor dos três jogos da Ubisoft. Immortals: Fenyx Rising é um jogo sobre a mitologia grega, passado em mundo aberto, com um espírito aventureiro que nos lembra de The Legend of Zelda: Breath of the Wild (sem nunca chegar ao nível do exclusivo Nintendo).

Ora, Myths of the Eastern Realm é uma expansão para Immortals, que pode ser comprada avulso por € 14,99, ou como parte do passe de expansões que custa € 39,99, e que ainda inclui mais duas expansões e algum conteúdo exclusivo.

O que Myths of the Eastern Realm tem de especial, é que apresenta toda uma nova aventura, com um novo protagonista, numa nova terra, e baseado numa nova mitologia. Estamos por isso a falar de uma aventura que não tem ligação direta aos eventos do jogo base, que está focado na mitologia chinesa. Claro que ainda é o mesmo jogo em termos de estrutura, jogabilidade, e espírito, mas tudo foi alterado para apresentar uma estética oriental. Desde os itens consumíveis às armas, passando pelos inimigos e às moedas (eram as moedas de Charon, agora são moedas de Jade), tudo foi alterado, embora de forma superficial, o que permite ter uma experiência diferente e simultaneamente familiar.

A própria história não é assim muito diferente da de Fenyx Rsiing. Desta vez o protagonista é Ku, que ao acordar numa nova terra misteriosa, descobre que os seus amigos foram transformados em pedra. Confuso e só, Ku acaba por seguir uma melodia que o leva até à deusa Nuwa. Ku descobre que Tao Lu abriu a montanha Bu Zhou, criando uma fissura de onde sai poder capaz de queimar os próprios céus (semelhante à montanha de Typhon no jogo base). Deuses e Ku têm assim de unir forças para tentarem impedir uma catástrofe, tal como Fenyx teve de fazer com os deuses grego.

Immortals: Fenyx Rising

Parece-nos que nem todos os jogadores vão apreciar estas semelhanças, mas nós gostámos da forma como a Ubisoft abordou esta expansão. O facto de Ku começar com muitas das habilidades de Fenyx já desbloqueada, ajuda, talvez até em demasia. Mesmo jogando na dificuldade mais alta, não nos lembramos de termos perdido uma única vez em combate, e em parte isso deve-se à forma como Ku começa a aventura, tanto em termos de habilidades, como de equipamento.

Uma das maiores diferenças entre Myths of the Eastern Realm e Fenyx Rising, é que na expansão não pode alterar a aparência ou o género sexual de Ku. Nesta aventura é uma personagem específica, embora o motivo não seja necessariamente claro. Outra grande mudança é a própria localização em si, Golden Isle, que em vez de estar rodeada de água, está rodeada por nuvens. Se conseguimos não morrer em combate, compensámos isso com várias quedas para morte - mais do que gostaríamos de admitir, para sermos honestos.

Os maiores defeitos que podemos apontar a Myths of the Eastern Realm, é o facto da história ser curta, e do mapa em si não ter tantos desafios e objetivos como gostaríamos. É definitivamente melhor que A New God, embora no pareça até mais pequeno, o que é estranho, considerando que apresenta todo um novo mapa para explorar. Ainda assim, se apreciou Immortals: Fenyx Rising, e tem curiosidade em relação à mitologia chinesa, é uma recomendação segura. Continua a ser uma aventura muito divertida, cheia de humor, criaturas fantásticas, e uma jogabilidade empolgante.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Immortals: Fenyx RisingImmortals: Fenyx Rising
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Nova localização e personagens apresentam uma experiência diferente, mas familiar. Apresenta bem a nova mitologia. Alguns diálogos hilariantes.
-
É demasiado fácil e algo curto. Mais desafios e objetivos espalhados pelo mundo teriam tornado a experiência mais interessante.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte


Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.