Português
Gamereactor
análises
Fantasian

Fantasian

Este RPG de iOS é um dos melhores jogos do criador de Final Fantasy.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Em 1997 foi a última vez que joguei a sério um RPG japonês tradicional. Salvo algumas exceções, como Secret of Mana, Final Fantasy VII, e The Legend of Zelda, não é um gênero em que costume investir muito tempo, mas quando Hironobu Sakaguchi, criador de Final Fantasy, anunciou há quase três anos que estava a produzir um novo RPG, e que seria uma aventura projetada e estruturada com semelhanças a Final Fantasy VII, fiquei entusiasmado com a ideia. Como aconteceu com tantos outros jogadores, também eu sucumbi aos encantos de Final Fantasy VII, e este Fantasian é, em muitos aspetos, um adorável regresso a tudo o que tornou a aventura de Cloud e companhia numa experiência tão memorável.

A história está centrada em Leo, que acorda numa sala industrial em chamas, ofuscado por luzes fluorescentes e um alarme uivante. Pior ainda, Leo perdeu a memória, só se lembrando vagamente de uma jovem rapariga que a certo ponto lhe salvou a vida. O mundo está em chamas, invadido por raça maléfica de andróides, e tudo - desde os recursos naturais à liberdade das pessoas -, está a ser estrangulado e sufocado. Para recuperar a memória, e tentar de certa forma corrigir o estado em que se encontra o mundo, Leo tem de encontrar a rapariga que o salvou, descobrir o que realmente está a acontecer com a invasão, e confrontar quem está por trás de tudo. A história tem as suas semelhanças com Final Fantasy VII, desde a destruição do meio ambiente, à perda de memória, passando pelo romance inocente. É uma narrativa típica de Sakaguchi, tão épica quanto divertida, e mesmo que não chegue bem ao nível de Final Fantasy VII, encantou-nos de princípio ao fim.

O conceito de jogo é bastante tradicional, apresentando um sistema de combate por turnos de grande qualidade, misturado com movimentos aponta-e-clica. A outra parte da jogabilidade gira em torno de exploração, conversas com outras personagens, bater em portas, procurar segredos, e cumprir várias missões secundárias para apaziguar a população e recolher pistas para o que está a acontecer. É um jogo que se desenrola com um ritmo calmo e confortável, sem pressas e sem medos de gastar tempo a construir o mundo e as personagens.

Fantasian

O grande ponto de destaque de Fantasian antes do lançamento era o estilo visual, e aqui, a Mistwalker realmente fez algo muito especial. Para recriar aquela sensação retro gloriosa e aconchegante de Final Fantasy VII, Sakaguchi optou por construir o mundo do jogo a partir de 150 dioramas feitos à mão, de forma a criar um contraste claro entre o ambiente e as personagens. Isso dá a Fantasian uma sensação muito peculiar, que aprecio muito. O facto doss modelos feitos à mão (de barro, vidro, pedra e madeira) também serem maravilhosamente bem feitos, só ajuda a dar um estilo muito próprio a Fantasian.

A música é, claro, composta pelo veterano de Final Fantasy, Nobuo Uematsu, que escreveu 60 peças para Fantasian. Como tudo o resto no jogo, a banda sonrora exala Final Fantasy VII. Ela alterna vivamente entre belas peças de piano e arranjos orquestrais mais épicos, contribuindo para o ambiente fantástico do jogo.

Fantasian é um jogo original, mas ao mesmo tempo familiar, primorosamente composto por personagens adoráveis ​​e uma premissa engenhosamente escrita. Os ambientes modelados à mão são lindos, assim como todas as personagens principais, o que em conjunto com o excelente sistema de combate, e uma banda sonora encantadora, conseguiram criar algo que me conquistou, de uma forma que não me acontecia há vários anos. Se, como eu, olha com saudade para a jornada notável de Cloud, e não ficou saciado com o remake desse jogo, então Fantasian é algo que devia seriamente considerar. Se este for realmente o último RPG de Hironobu Sakaguchi, é um adeus triunfante.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
FantasianFantasian
Fantasian
09 Gamereactor Portugal
9 / 10
+
História encantadora com personagens a condizer. Excelente design. Banda sonora soberba.
-
Tem um início lento.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

FantasianScore

Fantasian

ANÁLISE. Escrito por Petter Hegevall

Este RPG de iOS é um dos melhores jogos do criador de Final Fantasy.



A carregar o conteúdo seguinte


Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.