Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Início
análises
Dragon Quest Builders

Dragon Quest Builders

Mais do que um clone de Minecraft.

Não é preciso falar sobre o sucesso de Minecraft, basta dizer que é um dos jogos mais rentáveis de sempre, e por isso é natural que tenham surgido muitos clones com expetativas de roubarem algum público ao jogo. Quando vimos Dragon Quest Builders pela primeira vez, pensámos que seria um clone de Minecraft feito pela Square Enix. Felizmente é mais que isso, muito mais.

Embora existam outros, o principal diferenciador entre Minecraft e Dragon Quest Builders é a estória. O jogo passa-se em Alefgard, que é o mundo do Dragon Quest original. O jogador recebe instruções para reconstruir Alefgard, depois do Dragonlord ter destruído o mundo. Não vamos entrar em mais pormenores sobre a estória, mas será particularmente cativante para fãs da saga.

Como seria expectável, as primeiras horas de jogo funcionam como um tutorial onde vão aprender as mecânicas básicas. O que é preciso para construir uma sala, quais os efeitos práticos de uma cozinha, como criar itens, e como defender a cidade dos perigos. Existe muito que aprender em Dragon Quest Builders, mas o jogo consegue ensinar tudo ao jogador em bom ritmo - e alguns jogadores até podem achar que é excessivamente educativo.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Através da estória terão de visitar uma série de cidades e aldeias que terão de reconstruir. À medida que constroem a base da localização, vão começar a aparecer residentes controlados pela inteligência artificial. Estes cidadãos podem ajudar-vos a reconstruir o resto da cidade e podem pedir-vos que cumpram missões. É engraçado ver que este residentes não são estáticos, e vão interagir com as salas que construam - como cozinhar.

Vão construir itens com os recursos que encontram espalhados pelo mundo de jogo, e construir bases é uma tarefa extremamente viciante. Embora não esteja relacionado, ver as cidades que construídos ganharem vida lembrou-nos de Dark Cloud, um RPG clássico de PS2. À medida que a cidade cresce vão começar a atrair a atenção de inimigos. Terão de destruir estes monstros, que ocasionalmente largam um Teleportal. Estes Teleportal podem ser usados para expandir a área de jogo, e se acionarem um serão transportados para uma área com novos recursos e inimigos. Gostámos que as localizações tenham apresentado boa variedade de cenários, com florestas, rios de lava, desertos, e superfícies nevadas.

Depois de terem construído uma cidade e completado as suas missões, podem derrotar o boss da área. Cada boss requer uma certa estratégia para ser derrotado, o que acrescenta alguma profundidade ao combate (que lhe falta). Depois podem reparar os danos causados na cidade durante as batalhas.

Embora o conceito de jogo seja inspirado por Minecraft, Dragon Quest Builders não esquece as raízes RPG da série. A personagem em si não pode ser melhorada, mas as cidades que constroem podem. À medida que a cidade vai evoluindo, os seus habitantes também, e isto desbloqueia novas missões para cumprirem. A vossa personagem não sobe de nível, mas pode ser melhorada através de novas armas e armaduras. Também podem aumentar o limite de vida com itens chamados Seed of Life, oferecidos pelos cidadãos ou encontrados na exploração de uma masmorra.

Existem quatro capítulos na campanha principal, e cada uma dura algum tempo. Depois de completarem um capítulo vão desbloquear uma lista de objetivos extra, para o caso de decidirem voltar a jogar um capítulo. Estes desafios incluem construir uma cidade até ao seu nível máximo, derrotar um número específico de inimigos poderosos, ou completar um capítulo num certo número de dias de jogo.

Além da estória principal também existe um modo chamado Terra Incognita, que basicamente permite construir sem limitação. Como na campanha têm de ir à procura de recursos para construírem algo, mas aqui não serão atrapalhados por inimigos. Podem depois partilhar criações com outros jogadores online, ou 'roubar' as ideias de outros jogadores. Terra Incognita é um modo de jogo relaxante, onde podem construir a bel-prazer sem interrupções, e pareceu-nos brilhante.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade

Dragon Quest Builders tem uma quantidade apreciável de conteúdo. Demorámos perto de 50 horas para terminar a campanha, e ainda gastámos quase seis horas em Terra Incognita. Este modo pode durar muito mais tempo, e nem sequer completámos os desafios da campanha. Se procuram um jogo onde gastar tempo, Dragon Quest Builders é uma boa escolha. Uma palavra ainda para a qualidade audio-visual do jogo, enriquecida pela arte de Akira Toriyama, o criador de Dragon Ball.

Já devem ter percebido que adorámos as horas que investimos em Dragon Quest Builders, mas isso não significa que não tenha falhas. O combate é algo básico, e beneficiaria de maior profundidade, já que não inclui mecânicas para desviar de ataques ou miras fixas. A mecânica para construir e posicionar blocos também podia estar mais refinada, e nas primeiras horas pode ser um pouco frustrante.

Pequenos problemas que não prejudicam demasiado a magia e o vício de Dragon Quest Builders. É um jogo lindo e colorido, uma aventura que irá agarrar fâs novos e antigos de Dragon Quest, e que esmaga as pequenas críticas que temos com muito conteúdo de qualidade. Não esperávamos que Dragon Quest Builders fosse tão bom quanto é, sobretudo porque parecia algo mais próximo de Minecraft, mas sabe sempre bem poder desfrutar destas surpresas.

A assistir

Preview 10s
Next 10s
Publicidade
Dragon Quest BuildersDragon Quest BuildersDragon Quest Builders
Dragon Quest BuildersDragon Quest BuildersDragon Quest BuildersDragon Quest Builders
09 Gamereactor Portugal
9 / 10
+
O estilo de Toriyama continua encantador. Música deliciosa. Estória cativante. Terra Incognita é brilhante.
-
O combate podia ser mais profundo e beneficiaria de uma mecânica de mira fixa.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte